terça-feira, 18 de maio de 2010

Pedreira tem até sexta-feira para apresentar projeto

Samuel Maia conversa com o gerente da pedreira, Pedro Quatrone
A diretoria da antiga Pedreira Carneiro, que hoje faz parte da empresa MDC Agregados, do Grupo Votorantim, tem prazo até esta sexta-feira, 21 de maio, para apresentar projeto de melhorias no entorno do local da exploração. A segunda vistoria foi feita nesta segunda-feira, 17 de maio, pelo secretário municipal de Meio Ambiente, Agricultura e Abastecimento, Samuel Maia, que esteve na pedreira e conversou com o gerente Pedro Quatrone. A comunidade foi visitada também pelo secretário de Obras, Sandro Monteiro.

Os problemas causados pela pedreira foram denunciados pelos moradores do bairro Parada Angélica que estão sendo prejudicados nos dias de chuva com alagamentos e com a poeira nos dias secos. Em recente vistoria na rua Zumbi dos Palmares e vias do entorno foi constatado o entupimento do sistema de drenagem em vários trechos. Um terreno próximo à entrada da pedreira, usado como depósito de pó-de-pedra pela empresa ainda não foi limpo. As famílias reclamam que são obrigadas e manter portas e janelas fechadas durante todo o dia por causa da poeira.

Samuel Maia constatou também que os caminhões basculantes de carregam material na pedreira saem sem a cobertura de lona, que suja as ruas. Guardas ambientais fiscalizaram o local com o propósito de impedir a circulação de veículos sem a devida proteção. Se os motoristas insistirem poderão ser penalizados pelas Secretarias de Obras e de Meio Ambiente, Agricultura e Abastecimento e pela fiscalização de Posturas.

Moradores reclamaram da poeira da pedreira nos dias secos

Texto: Paulo Gomes/Assessoria de Comunicação

Fotos: Everton Barsan/Assessoria de Comunicação

19 comentários:

  1. Saimos de nossa reunião hoje e vimos pra lanhouse deixar nosso manifesto contra a poluição em nossas casas, chega agora é lutar contra o que nos faz mal!

    ResponderExcluir
  2. Gostariamos de receber nosso Prefeito em uma de nossas reuniões de comunidade para falarmos de rachaduras nas residências e as casas condenadas pela defesa civil.

    ResponderExcluir
  3. Meu maior sonho é ver essa pedreira toda verdinha de novo e sem nenhum transtorno pros moradores.Meus filhos estão doentes e já recebi até ameaça por querer viver sem essa poluição!

    ResponderExcluir
  4. É um absurdo ter que conviver com atos ilegais, vejo que o ser humano está sempre em último plano. Primeiro é a ambição, segundo é a ambição e terceiro é o dinheiro que as pessoas ganham como cala boca!!!

    ResponderExcluir
  5. Severina da costa silva22 de maio de 2010 18:21

    Queremos que feche a predeira.Só isso.

    ResponderExcluir
  6. José da Cruz Dias22 de maio de 2010 18:22

    Eu acho que deve colocar essas pessoa em outro lugar que nao tiver gente.

    ResponderExcluir
  7. Carlos Antonio da silva22 de maio de 2010 18:26

    Poderia mandar explorar minério em outro lugar que não tivesse gente pois eu acho que gente tem que ser respeitado por ser humano.!

    ResponderExcluir
  8. Gente precisa ser mais valorizado do que tudo nessa vida.O que está acontecendo é a ganância que vejo vencer a vida!Estaremos aguardando as determinações desse governo.

    ResponderExcluir
  9. Nós staremos acompanhando nossos processos no ministerio público e nao vamos nos acovardar. Sabemos que o Presidente da associação se acovardou recebendo 600 reais por mês pra calar a boca.Por isso não aparece e diz que o novo dono é bonzinho.É esse o seu preço 600 reais!Fala sério...

    ResponderExcluir
  10. Maria Marcia santoro Dantas22 de maio de 2010 18:35

    Vou participar da conferência na FEUDUC e falar de nossos problemas com a pedreira, não podemos é reclamar dentro das nossas casas,precisamos ir a luta. Sem luta não há conquista!

    ResponderExcluir
  11. Sou moradora e amo meu bairro por isso eswtou contra o funcionamento dessa pedreira que há mais de quarenta anos só explora nossa riqueza e está acabando com nossas riquezas naturais e daqui a pouco não teremos nossa água mineral, nossas árvores, nossas crianças saudáveis.Enquanto um enriquece o povo adoece!

    ResponderExcluir
  12. Fernanda De Moraes Alves22 de maio de 2010 18:45

    Sou professora da escola Marcio Fiat e convivo diariamente com as crianças com doenças respiratórias por causa da pedreira e há mais de quinze anos vejo o sofrimento desses moradores e estou somando com eles mesmo sem morar no local.Isso é um absurdo!Graças ao meu bom Deus meus filhos não respiram esse ar em Guapimirim pelo menos por enquanto!!!

    ResponderExcluir
  13. Maria Regina Alves22 de maio de 2010 18:48

    Sou moradora e professora da E.M. Marcio Fiat e estou aguardando as determinações de nosso secretário de Meio ambiente que acredito ser bastante responsável para tomar as medidas cabíveis e enquanto isso vamos acompanhando nossos processos no MP.

    ResponderExcluir
  14. Até os policiais entram e saem da pedreira e o que as pessoas comentam é que tb recebem pra não fazerem nada...

    ResponderExcluir
  15. Se a pedreira funciona sem os filtos necessários porque não fecha ela de uma vez!Isso é crime ambiental.

    ResponderExcluir
  16. Esse nome está errado pra Pd Angélica em vez de ser caxias mais verde ficaria Parada Angélica menos verde e mais poeira.

    ResponderExcluir
  17. Sidnei-Liderança comunitária22 de maio de 2010 18:58

    Estamos trabalhando pra ver mais tarde nosso bairro sem essa poluição!Sem doenças!Sem injustiças!Sem currupção!Trabalho em prol dos que não tem o conhecimento de causa, pelos que não tiveram acesso aos gabinetes...isso é valorizar a vida!

    ResponderExcluir
  18. Evaldo Ferreira Aldeia-Liderança comunitária22 de maio de 2010 19:02

    Estamos no mesmo barco e precisamos tomar providências. Estaremos entrando co MP com a tutela coletiva pois temos advogados encaminhando nossos processos que desde 2004 estão parados!Minha casa é nova e devido a extração de pedra do outro lado agora do morro a lama desce e entope os bueiros e enchem nossas casas de agua imunda.Sem falar das rachaduras que as redes de tv SBT e RECORD já constataram mas só vão levar a sério, qd tiver mortes no local!

    ResponderExcluir
  19. SERIA IMPORTANTE A COMUNIDADE COBRAR DOS POLÌTICOS DA ÁREA! O QUE FAZEM? ATÉ SECRETÁRIO DE MEIO AMBIENTE O BAIRRO JÁ TEVE.

    ResponderExcluir