quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Moradores de Xerém deixarão de pagar pedágio na Washington Luiz

População prestigiou a audiência pública da Concer na Câmara Municipal

Em uma audiência pública realizada na Câmara Municipal de Duque de Caxias na última quarta-feira, 27 de outubro, a Companhia de Concessão Rodoviária Juiz de Fora-Rio (Concer) apresentou aos vereadores e à população o projeto da nova pista de subida da Rodovia Washington Luiz, a BR-040, de Caxias até Petrópolis. Para os duque-caxienses a grande novidade estará no fato de que moradores de Xerém e bairros próximos não passarão mais pelo pedágio para ir ao centro do município ou ao Rio de Janeiro. As obras da construção da nova pista começam em janeiro de 2011 e vão até 2013.
Representando o prefeito José Camilo Zito, o secretário municipal de Meio Ambiente, Agricultura e Abastecimento, Samuel Maia, falou sobre a importância das obras para Duque de Caxias. “Esta é uma conquista da sociedade civil. Um momento histórico, pois Caxias deixará de ser uma cidade partida. O morador de Xerém não precisará mais pagar pedágio para ir ao Rio ou ao centro de sua cidade. Tivemos movimentos que visavam à emancipação daquela região. Se isso tivesse acontecido não estaríamos dando esta boa nova hoje, pois o pedágio estaria agora entre dois municípios e sua localização não poderia ser questionada”, declarou Samuel, ressaltando ainda o fato de o projeto ter reduzido impacto ambiental e até contribuir com melhorias ambientais para o município.

Secretário Samuel Maia entre Roberto Huet, do Ibama, e a vereadora Fatinha

O presidente da Concer, Pedro Johnson, detalhou a obra, que irá construir uma nova pista de subida paralela à pista de descida, entre Xerém e Belvedere, em Petrópolis. A partir de Belvedere será construído um túnel que irá cortar a serra até Petrópolis. Será o maior túnel rodoviário do Brasil, com cerca de 5 quilômetros de extensão. Johnson falou sobre as mudanças positivas que a obra acarretará para os moradores de Xerém e bairros próximos. “A nova pista irá separar o tráfego de longa distância do tráfego local, que em Caxias contará com pistas independentes que não passarão pela nova praça do pedágio. Com a obra, os moradores dos bairros próximos ao pedágio poderão circular entre eles sem precisar passar pela rodovia”, descreveu Johnson.
No fim da audiência, o projeto foi aprovado pelos vereadores e pela população presente e foi estabelecida a criação de um fórum permanente para acompanhar o desenvolvimento das obras da nova pista. O fórum é aberto para a participação de todos os interessados e sua primeira reunião deverá ocorrer dentro de 30 dias. Presidida pela vereadora Fátima Pereira, a Fatinha, líder do governo na Câmara, a audiência pública contou também com a presença do coordenador do Núcleo de Licenciamento Ambiental do Ibama no Rio de Janeiro, Roberto Huet Souza; do comandante do 15º Batalhão da Polícia Militar, Sérgio Mendes; do representante da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), José Luis da Rocha, entre outros.

O presidente da Concer, Pedro Johnson, assiste a vídeo de apresentação do projeto

Texto: Vinicius Marins/Assessoria de Comunicação PMDC
Fotos: George Fant/Assessoria de Comunicação PMDC

Um comentário:

  1. Parabéns pela Concessionária,Prefeitura de Duque de Caxias e a nós moradores do bairro. Mas quero ressaltar aqui nesse espaço, que a partir do posto carreteiro, até o retorno para xerém e descida do retorno até o posto carreteiro, estamos passando por dificuldade, pois a pista esta numa escuridão terrivel, minha mãe foi atropelada e quase caiu dentro do boeiro e a preoculpação com assaltos, pois nossos filhos tem que se dirigir a escola, igreja e outros lugares próximos ao bairro e fica a merce dos perigos. Peço se possivel, olharem um pouco e colocar nem que seja nos gramados próximos a rodovia até o retorno, poste de luz para clarear o caminho para que possamos passar pelo mesmo com segurança.

    Parebéns pela iniciativa.

    ResponderExcluir